Dr. Vinícius Graton - Complexo UMC / Rua Rafael Marino Neto, 600 - Karaiba, Uberlândia/MG

Uberlândia/MG

Ligue (34)3256-6300

Atendimento das 08:00 às 21:00 - De segunda a sábado

Procedimentos:

1 Consulta Inicial com 2 Avalições por Bioimpenciometria + 3 retornos

Para a sua comodidade e segurança:

Trabalhamos com todos os cartões.

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait

Um novo ritual do café brasileiro

Por ser um hábito passado pelas gerações, o café coado é o tipo de preparo mais comum no país. Com simples mudanças na forma de fazer, ele fica ainda mais saboroso. Sugerimos aqui algumas dicas que podem ajudá-lo a apreciar diariamente uma bebida deliciosa

TEXTO Mariana Proença IMAGEM Rogério Voltan PRODUÇÃO Nora Knapp ASSISTENTE FOTO Rafael Eisinger

No Brasil a cultura do café coado ou filtrado está presente na maioria das casas e carrega um significado de reunião entre familiares e amigos. Porém, há alguns anos, o simples ritual de preparar um café pela manhã, depois do almoço ou no lanche da tarde ganhou ar mais sofisticado com a presença dos grãos de qualidade. Os novos cafés precisam de uma atenção maior no preparo, o que destaca ainda mais o aroma e o sabor. Alguns pontos no modo de fazer devem ser mudados para melhorar o sabor do café diário.

De acordo com a pesquisa Tendências de Consumo de Café (2007), encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e realizada pela TNS InterScience, 93% dos apreciadores de café tomam-no coado. Desses, 58% usam coador de pano, 35% filtro de papel, 13% cafeteira elétrica e 5% outros tipos de cafeteiras.

O hábito para o preparo do café normalmente é transmitido pela família e muito difícil de ser alterado. Porém, existem alguns pontos que transformam totalmente o sabor da bebida e para os quais vale a pena dedicar atenção e, por que não, educar o paladar. Vamos experimentar um novo café?

RENOVANDO O COSTUME
Primeiro é necessário que o café seja de qualidade, portanto, ao comprá-lo, leve em conta a marca, a existência de selos brasileiros e internacionais e a validade do produto. Cada tipo de preparo ressalta características diferentes do café. Grãos complexos com ótimo aroma e sabor cítrico são melhor apreciados no método de coador. O que determina as nuances do café são, entre outras coisas, condição geográfica da plantação, solo, microclima da região e topografia.

O coador de pano é um símbolo do café artesanal e é usado na maioria das casas brasileiras. Este método de preparo produz um café de qualidade, desde que alguns cuidados básicos sejam tomados com a limpeza. O pano deve ser lavado sempre depois de usado somente em água corrente e colocado para secar. O filtro de papel, que possui o mesmo sistema de preparo, é descartável justamente porque deve ser usado apenas uma vez.

Para que todo o trabalho do produtor não se perca no preparo, a água precisa ser filtrada ou mineral e não pode ferver. O ideal é que a temperatura fique em torno de 90°C a 95°C, ou seja, quando a água no fundo do bule começa a formar bolhas. Ao chegar nesse estágio deve-se apagar a chama.

Anúncios
Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

1 comentário até agora

cjldo2013Publicado em 11:45 am - nov 20, 2015

Na nossa terra ( Península Ibérica, Espanha e Portugal) a palavra café, significa : CALIENTE, AMARGO, FORTE E ESPESSO. Por isso nos bebemos o café habitualmente expresso, sem açúcar e como muito, os bons apreciadores, com um palito de canela.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: