Dr. Vinícius Graton - Complexo UMC / Rua Rafael Marino Neto, 600 - Karaiba, Uberlândia/MG

Uberlândia/MG

Ligue (34)3256-6300

Atendimento das 08:00 às 21:00 - De segunda a sábado

Procedimentos:

1 Consulta Inicial com 2 Avalições por Bioimpenciometria + 3 retornos

Para a sua comodidade e segurança:

Trabalhamos com todos os cartões.

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait

Quais os substratos de nutrientes gastos durante a atividade física?

Diversos fatores determinam o tipo de nutriente que será gasto durante o exercício físico: intensidade, duração, nível de condicionamento do indivíduo e o fornecimento da dieta.

Quando a atividade é de alta intensidade, como na corrida competitiva, a glicose armazenada no músculo como glicogênio é a única fonte de energia. É utilizada, portanto, a via anaeróbica (sem oxigênio) de metabolização. Para esportes que utilizam as duas vias metabólicas, aeróbica (com oxigênio) e anaeróbica, há gasto do glicogênio muscular em alta velocidade. Alguns exemplos são: basquete, futebol e natação.

Para exerícios de intensidade moderada, como a caminhada, a dança aeróbica, a ginástica, o ciclismo e a natação recreativa, três fontes de energia são utilizadas: metade provém do glicogênio muscular e a outra metade vem da glicose circulante no sangue e dos ácidos graxos.

Em atividades de intensidade moderada a baixa, como andar, praticadas por períodos maiores de tempo, há utilização da gordura, alimentada pela via aeróbica. Isto só é possível porque a gordura é quebrada mais lentamente, fornecendo a energia necessária num tempo mais longo, como é o caso da baixa intensidade a moderada.

Quanto maior a duração do tempo de exercício, maior o gasto de gordura como fonte de energia. Porém, a gordura só poderá ser utilizada se houver a presença de carboidrato. Portanto, a glicose do sangue e o glicogênio muscular são necessários para todas as intensidades de atividade física.

O condicionamento do atleta infuencia a melhora do sistema cardiovascular envolvido na liberação de oxigênio, o aumento do número de mitocôndrias, envolvidas na síntese de ATP, e a capacidade do organismo de metabolizar a gordura. A dieta do praticante de atividade física deverá conter todos os macro e micronutrientes, para que haja condições necessárias de reserva e queima de energia.

Bibliografia (s)

Berning JR. Nutrição para treinamento e desempenho atlético. In: Mahan LK, Escott-Stump S, editores. Krause alimentos, nutrição & dietoterapia. São Paulo: Roca; 2002. p. 517-38.

Anúncios
Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: