Portal Orgânico lança o Programa de Marketing Institucional dos Alimentos Orgânicos


É perceptível a desarticulação que a cadeia produtiva orgânica apresenta hoje em relação ao marketing conceitual dos seus produtos. Percebemos que o produtor, empresa ou varejista que consegue arcar com os altos custos de divulgação do seu produto, elabora a sua campanha de forma isolada e desarticulada e leva sua marca diretamente ao consumidor, sem que este esteja corretamente informado sobre o conceito do alimento orgânico, o seu valor de mercado, sua qualidade e as vantagens da sua utilização.

Para implementar uma proposta de marketing adequada, o Portal Orgânico elaborou o PROGRAMA DE MARKETING INSTITUCIONAL DOS ALIMENTOS ORGÂNICOS que tem como objetivo difundir este conceito de forma alinhada, profissional e séria para que o consumidor esteja preparado e informado para consumir este produto.

Acreditamos que só através da informação e do acesso ao conhecimento é que podemos fazer as melhores escolhas. Esse é o momento apropriado para que toda a cadeia produtiva se una e forme uma corrente de ação para atingir objetivos comuns que devem beneficiar a todo o movimento orgânico, a saúde do planeta e de quem nele vive!

Apresentamos abaixo a Carta que enviamos para um grande número de envolvidos e disponibilizamos a todos que possam se interessar, apoiar e difundir esse PROGRAMA:

Caros interessados na disseminação do conceito de ALIMENTO ORGÂNICO

No dia 18 de dezembro, na sede da FRIBOI em SP, tivemos o primeiro encontro para discutirmos um PROGRAMA DE MARKETING INSTITUCIONAL PARA ALIMENTOS ORGÂNICOS – mais detalhes do PROGRAMA desenvolvido pelo PORTAL ORGÂNICO estão disponíveis através de contato com as gestoras abaixo. Acreditando que todos vocês tem interesse em apoiar a disseminação do conceito de alimento orgânico saudável e acessível, enviamos essa ata na tentativa de agregar os interesses do movimento orgânico.

Estiveram presentes nesse primeiro encontro as gestoras do programa, Maria Regina Chiarinelli e Elaine de Azevedo, Moyses Veiga, técnico em desenvolvimento agrário do INCRA e gestor do programa de TV “Vida Sustentável”, Hélio da Silva, gerente comercial da Native, Flavio Saldanha, gerente de marketing da Friboi, Fabio Seixas Levy, gestor de produtos do Supermercado Carrefour, além dos consultores do PORTAL ORGÂNICO nas áreas de Gastronomia e Nutrição, Renato Caleffi e Elaine de Azevedo.

Após a apresentação do PROGRAMA que tem como objetivos principais: divulgar o Conceito Orgânico, organizar o setor para estratégias de Marketing Institucional dos Alimentos Orgânicos e criar um fundo para captação de recursos para cumprir tais objetivos a partir da contribuição de empresas, associações e instituições – chamados aqui de apoiadores.

O PROGRAMA prevê o desenvolvimento de uma série de tarefas e ações: contratação de agência de publicidade e assessoria de imprensa especializada e treinada, promoção de palestras, simpósios, eventos e cursos na área de alimentos orgânicos, gastronomia, saúde, marketing, comercialização, preparação de folders explicativos e módulos de mídia televisiva ou DVDs e de ações em eventos de grande concentração de público, prontidão para respostas na mídia sobre o tema orgânico e o fortalecimento da mídia eletrônica, no caso o PORTAL ORGÂNICO, para agregar, direcionar e fidelizar todo usuário recorrente dessas ações. Tais ações serão organizadas pelo PROGRAMA, centralizadas no PORTAL ORGÂNICO, e cada uma delas terá um perfil específico e vai exigir uma produção a ser organizada pelos gestores e consultores envolvidos neste projeto, aliado a uma assessoria de imprensa e agência de publicidade.

Tais ações devem atender diversas cidades, especialistas da área da saúde, de marketing, da imprensa, e consumidores leigos, em todo o país, divulgando a todos que apóiam a iniciativa. O PROGRAMA zela pela transparência de suas ações e gerenciamento e deve principalmente beneficiar o nosso planeta, a quem estamos servindo, como apoiadores da Agricultura Orgânica.

A principal decisão desse encontro foi vislumbrar que, para que tais tarefas sejam organizadas, o PROGRAMA necessita de um valor inicial que possa cobrir as despesas de gestão e organização inicial, valor esse a ser cotizado entre todos os interessados em apoiar o movimento dos alimentos orgânicos no país. É uma forma de viabilizar o PROGRAMA, juntarmos esforços, minimizarmos custos e mobilizar o maior número de empresas e instituições ligadas à produção, comercialização e distribuição de alimentos orgânicos.

O PROGRAMA será avaliado regularmente e tem um prazo inicial de 6 meses para mostrar os primeiros resultados na forma de ações em todos os estados brasileiros. Cada entidade apoiadora pode contribuir com um valor que caiba dentro da sua possibilidade, e ao final desses 6 meses, avaliaremos em conjunto essa primeira tentativa de divulgar dignamente o alimento orgânico.

Esse valor inicial deverá ser arrecadado mensalmente e deverá cobrir as despesas para a Gestão e Fundo para as Ações de Palestras, Cursos e Inserção de Consultores em Veículos de Mídia.

Já temos o apoio ao Programa das Empresas Native e Friboi e conseguindo este fundo inicial, já temos parcerias firmadas:

1) Com Agência de Publicidade que colaborará sem custo para o Programa, indicada pela Friboi para: (1) elaboração de uma Campanha Conceitual (Nome do Programa, selo, slogan, personagem), (2) elaboração de cartilhas, folders e materiais informativos a serem distribuídos em feiras, eventos, supermercados, (cuja distribuição/logística já temos o apoio da empresa Native), (3) orientação para divulgação em veículos de mídia com colaboração da Assessoria de imprensa e (4) captação de instituições que queiram ligar o nome ao PROGRAMA, e (5) Apresentação de resultados e estatísticas em relação às ações executadas.

2) Assessoria de Imprensa disponibilizada para trabalhar sem custo para o Programa, indicada pela Native para: (1) desenvolvimento de textos e apresentação de possibilidades de inserções em diferentes mídias, (2) inserções de consultores em programas de TVs, (3) redação de textos e conteúdos do PROGRAMA para divulgação em veículos de mídia, bem como de todas as ações para veiculação no Portal Orgânico, (4) elaboração e inserção rápida na mídia dos “textos respostas” quando algo for divulgado sobre orgânico de forma distorcida e (4) promoção e divulgação e organização de palestras e cursos.

Sabemos que o acesso e a comercialização dos produtos orgânicos e a veiculação correta dos seus benefícios é um dos grandes problemas que o movimento orgânico enfrenta. E acreditamos que a solução para tais problemas deve ser buscada em conjunto, por mais difícil que isso possa parecer. Gostaríamos que esse momento fosse de superação das diferenças e das dificuldades de entrosamento, para que pudéssemos mobilizar o movimento orgânico como um todo.

A contribuição de todos nesse momento se faz necessária para que tal movimento se inicie no país de forma que o alimento orgânico possa ser reconhecido como um alimento saudável e o seu consumo estar aliado a uma atitude de promoção da saúde humana, de preservação ambiental e de responsabilidade sócio-ambiental. Só este movimento pode realmente representar os conceitos de sustentabilidade e preservação ambiental, noções essas utilizadas indiscriminadamente por empresas oportunistas que se apropriaram de tais conceitos e os banalizaram frente aos consumidores desinformados.

Não é mais possível aguardar o mesmo tempo que a legislação dos orgânicos levou para ser regulamentada. E nem esperar que o OUTRO inicie esse processo, seja esse outro o Estado, as grandes empresas, as certificadoras, as associações de produtores, o consumidor ou os técnicos. Quem se envolve com a Agricultura Orgânica sabe que essa ação é uma necessidade para estimular a comercialização, informar o consumidor e as áreas da saúde, de marketing, de gastronomia.

Esperamos que vocês percebam que o apoio a esse PROGRAMA é, antes de tudo, uma atitude de responsabilidade social frente ao movimento orgânico como um todo. Desejamos que cada um de nós sinta-se o OUTRO nesse momento e também estimulado para viabilizar interesses e, principalmente, responsabilidades comuns. Que o nosso foco agora seja a saúde de todos que vivem nesse planeta!

Pedimos que vocês divulguem essa carta para todos que possam se interessar e formar uma corrente de ação. E todos que decidirem conscientemente apoiar, entrem em contato mostrando sua disponibilidade, inclusive essa participação poderá ser conjunta, através de associações, cooperativas e instituições. A partir desse retorno poderemos apresentar custos que serão cotizados dentro das possibilidades de cada um. Sabemos que esse não é um movimento fácil de organizar, mas para quem assumiu a proposta da Agricultura Orgânica e da preservação da natureza no século XXI essa é apenas mais uma batalha a ser conquistada. Estamos ao seu dispor para quaisquer esclarecimentos sobre o referido PROGRAMA.

Maria Regina Chiarinelli
mregina@portalorganico.com.br

Elaine de Azevedo
elaine@portalorganico.com.br

Equipe Portal Orgânico:
www.portalorganico.com.br
www.portalagricultura.com.br
www.nutricaoportal.com.br
www.portalgastronomia.com.br

BREVE CURRICULO DAS GESTORAS

Maria Regina Chiarinelli – Advogada, diretora do Portal Orgânico.

Elaine de Azevedo – Nutricionista, especializada em Nutrição Antroposófica (ABMA), mestre em Agroecossistemas (UFSC) e doutoranda em Sociologia Ambiental (UFSC). É consultora em qualidade dos alimentos orgânicos e ministra aulas em diversos cursos de Agricultura Orgânica no país. Autora de dois livros: Alimentos Orgânicos: ampliando conceitos de saúde humana, social e ambiental e Trofoterapia e Nutracêutica.

Fonte: Equipe Portal Orgânico

Fonte: Equipe Portal Orgânico

Anúncios

Post Author: Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta