MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL PODE ESTAR COM DEFICIÊNCIA DE VITAMINA-D

Você consome a quantidade correta de vitamina D? Seria a exposição ao sol a maneira mais natural de estimularmos a produção de vitamina D? Os suplementos alimentares não seriam os mais eficientes?

Recente estudo mostrou que dois terços da população mundial sofre de deficiência de vitamina D. Sabemos que somente a ingestão de alimentos ricos em vitamina D não é totalmente eficaz para a maioria dos adultos. Atualmente, a ingestão diária recomendada de vitamina D é 200 unidades internacionais (UI) para pessoas de até 50 anos; 400 UI para pessoas com idade entre 51-70 anos e 600 UI para pessoas acima de 70 anos.

Há um grande consenso entre cientistas para que a ingestão diária relativa a vitamina D seja aumentada para 2.000 e 4.000 UI para a maioria dos adultos. A ingestão de 2.000 UI por dia pode perfeitamente ser alcançada com uma combinação de alimentação, sol, suplementos e possivelmente até mesmo com a exposição de bronzeamento controlado.

Para mais comprovações, são necessários mais estudos para se justificar tais benefícios. Vários estudos relatam uma redução substancial na incidência de câncer de mama, câncer de cólon e diabetes tipo 1 em associação com a ingestão adequada de vitamina D, o efeito positivo ocorre geralmente no prazo de cinco anos do início de uma ingestão adequada de vitamina D.

São fontes de vitamina D: peixes, ovos, óleo de fígado de bacalhau, leite, suco de laranja, alguns iogurtes e alguns alimentos fortificados com vitamina D.

guia-da-vitamina-d120130711122013379233uvitamina-d-2

Anúncios

Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: