Leite desnatado reduz a pressão arterial segundo pesquisas.

Beber um copo de leite desnatado por dia pode reduzir a pressão arterial por até um terço, segundo estudo. O estudo descobriu que os homens de meia-idade e mulheres que consumiram produtos lácteos, como o leite desnatado e iogurtes de baixo teor de gordura, eram menos propensos a terem a pressão arterial alta com o passar dos anos.

A pesquisa fora realizada na Holanda, onde os especialistas acreditam que minerais como potássio, cálcio e magnésio – todos presentes no leite – poderia desempenhar um papel vital na proteção contra a pressão alta, ou hipertensão. O mais recente estudo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, sugere que o aumento do consumo de leite com baixo teor de gordura poderia ajudar no controle das doenças cardiovasculares – hipertensão arterial.

Pesquisadores da Universidade de Wageningen, na Holanda monitoraram 2.245 homens e mulheres com 55 anos ou mais, que não tivereram a pressão arterial elevada no início da pesquisa, por dez anos. Os resultados mostraram que nos primeiros dois anos de estudo, o risco de se desenvolver a pressão alta diminuiu em quase 30 porcento naqueles que consumiram os produtos lácteos com baixo teor de gordura.

Pesquisadores acreditam que embora o leite desnatado possa ajudar a retardar os problemas relacionados ao coração, em alguns casos o mesmo não poderia impedi-lo completamente. O estudo concluiu que uma alimentação rica em frutas, vegetais e laticínios com baixo teor de gordura seria capaz de reduzir substancialmente a pressão arterial.

Outro trabalho publicado recentemente na Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vem o argumento de que estes produtos ajudariam a equilibrar a pressão arterial pela presença de um peptídeo capaz de anular uma enzima que provoca o estreitamento dos vasos sanguíneos. Outro estudo realizado na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo constatou que o consumo regular de produtos lácteos, como o leite desnatado e o queijo branco, estariam ligados a uma queda na incidência de hipertensão e diabete tipo 2.

O cálcio, um mineral presente abundantemente no leite, foi declarado na pesquisa desenvolvida pelos brasileiros como um mineral capaz de auxiliar na vasodilatação, melhorando o aproveitamento da glicose e ainda favorecendo o equilíbrio do peso corporal.

Texto: Dr. Vinícius Graton Costa – Nutricionista – Agende sua consulta e tenha seu plano alimentar elaborado individualmente com alimentos funcionais e nutrientes específicos para promoção de sua saúde.

Clínica Renova Cirurgia Plástica e Medicina
UBERLÂNDIA – (34) 3255.1237 – 3231.8655 – 3237.4430

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: