Homem morre após overdose de cafeína

A cafeína, um estimulante aparentemente benigno encontrado no café, bebidas energéticas, refrigerantes e até mesmo no chocolate, tem sido associado à morte de um homem de 23 anos, britânico, que teria consumido uma dose de cafeína em pó possivelmente comprada na internet.

Em setembro, um homem de Kentucky assassinou sua esposa. Este atribuiu seu descontrole à cafeína, defendendo-se alegando que havia consumido várias doses de bebidas energéticas e pílulas de emagrecimento, levando-o a se tornar mentalmente instável.

Em outubro, uma série de casos de envenenamento por álcool na universidade dos EUA foram atribuídas a bebidas cafeinadas de licor e malte. Neste caso, 10 estudantes foram levados às pressas para o hospital depois de tomarem várias doses da bebida. Após o fato, os administradores da faculdade decidiram banir não apenas as bebidas alcoólicas mas também todas as bebidas cafeinadas.

Na semana passada, de acordo com a AOL Saúde, Michael Lee Bedford, um homem britânico, teria morrido após ter consumido algumas colheres de cafeína em pó em uma festa. Os exames mostraram que a quantidade de cafeína presente no corpo do britânico, equivaleria algo em torno de 70 latinhas de bebidas energéticas. Uma dose letal de cafeína seria de cerca de 10.000 miligramas.

Texto: Dr. Vinícius Graton Costa – Nutricionista.

Anúncios

Post Author: Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta