Anúncios

GASTROPLASTIA

Clique na imagem para amplia-la.

O QUE É A GASTROPLASTIA?
Consiste no grampeamento do estômago, diminuindo o seu tamanho e isolando a parte maior, que passa a não seu utilizada mais no processo de digestão.

QUEM ESTÁ INDICADO PARA O TRATAMENTO CIRÚRGICO?
– Em todos os pacientes com IMC acima de quarenta (+ de 40)
– Nos pacientes com IMC acima de 35 que possuem co-morbidades médicas.
– Não ser alcoólatra ou usuário de drogas.
– Falha no tratamento clínico (o paciente deve ter tentado os outros tratamentos).
– Obesidade estável nos últimos dois anos.
– Não ser portador de doença grave ou condição que contra-indique a cirurgia.
– Ter compreensão dos riscos e conseqüências da cirurgia.

O QUE É BYPASS?
É o desvio do intestino para que haja uma má-absorção dos alimentos, auxiliando, assim, no processo de emagrecimento. A palavra baypass vem do inglês, que significa desvio.

COMO POSSO SABER SE SOU INDICADO PARA ESTA CIRURGIA?
A Gastroplastia é indicada a indivíduos com IMC igual ou acima de 40. Em alguns casos, indivíduos com IMC acima de 35 e que possuam co-morbidades comprovadas também são indicados para a cirurgia. Calcule o seu IMC e verifique se você está indicado.

A CIRURGIA É INDICADA POR MOTIVOS ESTÉTICOS?
Não. Estamos falando de uma cirurgia radical, que pode ser definitiva e com conseqüências nos seus hábitos de vida. Seu único objetivo é melhorar ou curar suas co-morbidades para que possa ter uma vida mais longa e mais saudável.

ESTA CIRURGIA OFERECE RISCOS?
Sim. Como toda cirurgia de grande porte a gastroplastia oferece riscos.

TEREI QUE FAZER PLÁSTICA APÓS A GASTROPLASTIA?
Isto vai depender de diversos fatores como idade, genética, peso perdido. A probabilidade da plástica é muito grande. O emagrecimento rápido dificulta a aderência da pele, necessitando, assim, de correções cirúrgicas.

O PÓS-OPERATÓRIO
Após a cirurgia, o paciente será, na maioria das vezes, levado ao CTI pós-operatório, ficando em observação por algumas horas ou, alguns casos e dependendo da necessidade, alguns dias. A ingestão de líquidos é geralmente iniciada entre o segundo e o quarto dia após a operação, devendo o paciente beber SOMENTE líquidos durante o primeiro mês. Os líquidos são administrados de 30 em 30 minutos na quantidade de 40ml mais ou menos. Alguns médicos e nutricionistas indicam a ingestão de líquidos de 15 em 15 minutos na quantidade de meia xícara de café.

O paciente deverá se levantar da cama para dar alguns passos. Em caso de dores nos cortes (geralmente quando o paciente é operado pela técnica aberta), o paciente deve repousar e tomar analgésicos.

Um dreno é colocado após a operação (com o paciente ainda dormindo) e deverá ser usado de 10 a 15 dias, em média, para retirar o excesso de líquido que fica dentro do estômago. O dreno serve também para diagnosticar casos de Fístulas (ruptura dos grampos).

A volta para casa varia de acordo com o estado do paciente, mas fica em torno de 2 a 5 dias após a operação.

Não é permitido fazer exercício físico no primeiro mês.

O paciente deverá retornar ao médico ao menos 1 vez por mês no primeiro ano. Deverá ter o acompanhamento de uma nutricionista, que fará um cardápio alimentar adaptado às suas necessidades diárias. O acompanhamento de uma psicóloga é fundamental pois muitas mudanças ocorrerão na vida do paciente, não somente ao nível físico, mas também ao nível social e emocional.


Dicas importantes para ter um bom pós-operatório — LEIA!

Tem se visto muitos pacientes voltarem ao hospital após a gastroplastia por cometerem erros, que poderiam ser evitados, por pura falta de informação e precipitação. Aqui vai uma lista de coisas que você deve e não deve fazer para evitar que seu pós-cirúrgico seja complicado.

Febre é um alerta do seu corpo de que algo está errado. No primeiro sintoma de febre, comunique ao seu médico.

Não deixe de tomar suas vitaminas. Elas são essenciais para a sua recuperação.

Não deixe de se alimentar, mesmo que você já não agüente mais ver líquidos na sua frente. Alimente-se! Ficar sem comer não vai ajudar você a emagrecer mais rápido e poderá te levar a um platô. Mas sim, fará com que você fique fraco e debilitado.

Não saia da dieta. A tentação às vezes é muito grande, porém, uma simples “beliscada” em um alimento que você ainda não pode ingerir poderá ter conseqüências sérias, como uma forte gastrite. Seu estômago está sensível como o de um bebê recém nascido. Não abuse! E muito cuidado com o café. Não tome café até a liberação da Nutricionista.

Cuidado com a anemia! Seu nutricionista recomendou a injeção de B12 ou comprimidos, não deixe de tomar. As conseqüências da falta de vitamina B no sangue são seríssimas.

Dores abdominais assustam. Mas pode ser simplesmente gases. Em caso de dúvida, ligue para o seu médico. A dor pode não ser gases ou a famosa dor causada pelo “afastador” (leia mais em Riscos), e sim algo grave como uma dobra de Intestino.

O dreno saiu do lugar? Ligue imediatamente para o seu médico. Não tente, JAMAIS, por o dreno no lugar novamente. Nem você e nem ninguém que não seja o seu médico. Essa atitude pode lhe custar a vida pois a cânula do dreno, ao retornar para dentro do seu abdômen após ter sido exposta, lhe causará uma infecção.

Não faça exercícios físicos até a liberação do seu médico. Mesmo que você esteja se sentindo muito bem, não abuse. Não faça faxina, não dirija, não faça sexo, etc. Espere a liberação para isso. Principalmente se você ainda estiver com o dreno.

Não coma absolutamente nada de sólido nos dias seguintes a cirurgia ou durante sua dieta líquida. Seu estômago não está preparado ainda para receber alimentos sólidos e poderá lhe causar um sério problema que pode, também, lhe custar a vida.

Vomitar o tempo todo não é natural. Se você não consegue ingerir nada de sólido e vomita muito, procure o seu nutricionista. Você poderá sofrer uma desnutrição, o que acarretará uma série de problemas imediatos e futuros no seu organismo.

Não hesite nunca em procurar o seu médico e nutricionista. Procure-o sempre, por qualquer motivo. É obrigação dele velar pelo seu pronto estabelecimento. Às vezes sofre-se as conseqüências de um descaso qualquer, por achar que não se deve incomodar o médico ou nutricionista, ou por achar bobagem o seu problema. A sua saúde jamais será uma bobagem!


DÚVIDAS

Quanto tempo depois da cirurgia poderei ingerir álcool?

Os médicos e nutricionistas recomendam 6 meses. Por que? O álcool contém uma grande concentração de açúcar. Ingerir bebidas alcoólicas no período principal do seu emagrecimento irá afetar o resultado da cirurgia. Existem pessoas que começam a beber com 2, 3 meses de cirurgia, esquecendo-se que seus corpos ainda não estão adaptados à recente intervenção cirúrgica, podendo acarretar conseqüências graves como gastrite, úlcera, etc. O álcool tem um efeito muito rápido em uma pessoa gastroplastizada. Isto se deve ao fato da pessoa ter o intestino desviado, cuja a absorção passa a ser mais rápida. Logo, a absorção do álcool também é rápida. Com poucos goles, um operado pode ficar bêbado.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: