Dr. Vinícius Graton - Complexo UMC / Rua Rafael Marino Neto, 600 - Karaiba, Uberlândia/MG

Uberlândia/MG

Ligue (34)3256-6300

Atendimento das 08:00 às 21:00 - De segunda a sábado

Procedimentos:

1 Consulta Inicial com 2 Avalições por Bioimpenciometria + 3 retornos

Para a sua comodidade e segurança:

Trabalhamos com todos os cartões.

Título

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait

Fibras alimentares podem ajudar a baixar o colesterol tipo LDL sérico?

Sim. Um dos possíveis mecanismos de ação do consumo das fibras alimentares no controle do colesterol tipo LDL (lipoproteína de baixa densidade, o chamado colesterol ruim) sérico é a ligação das fibras aos ácidos biliares, diminuindo o poder de reabsorção desse colesterol. Assim, as fibras são excretadas nas fezes, diminuindo a quantidade de ácidos biliares no ciclo intestino-fígado.

Outro possível mecanismo são os ácidos graxos de cadeia curta produzidos pela degradação das fibras na flora bacteriana no intestino, as quais incrementariam a degradação do LDL-colesterol sérico.

Pesquisas científicas verificaram que há uma redução nos níveis séricos de LDL-colesterol na ingestão de fibras solúveis como aveia, psilio, pectina e goma guar. Em alguns trabalhos foi observada a redução tanto do LDL-colesterol quanto o aumento do HDL-colesterol (lipoproteína de alta densidade, conhecida como bom colesterol) e, por conseqüência, uma queda na razão HDL/LDL. Isto pôde ser observado em metanálise publicada em 2007, após suplementação com goma guar parcialmente hidrolizada. A ingestão de 1g desta fibra reduziu cerca de 0,045mmol/L do colesterol total.

Outros pesquisadores realizaram estudo clínico fornecendo suplementos com 10g de uma solução contendo mistura de goma guar, goma arábica, goma feijão locust, pectina e aveia para indivíduos com média de 65 anos. Após 12 semanas os resultados mostraram redução do colesterol sérico total em 12%, triglicérides em 42% e o aumento do HDL-colesterol em 6%.

Em pacientes com hipercolesterolemia, a suplementação de goma guar reduziu em cerca de 12% o colesterol total e aproximadamente 15% no nível de LDL-colesterol sérico.

Portanto, a ingestão de fibras provenientes da alimentação ou de suplementos nutricionais, principalmente as solúveis, está relacionada com a diminuição do colesterol sérico total e sua fração LDL.

Colaboração: Felippe Bronze

Bibliografia (s)

Butt MS, Shahzadi N, Sharif MK, Nasir M. Guar gum: a miracle therapy for hypercholesterolemia, hyperglycemia and obesity. Critical Reviews in Food Science and Nutrition. 2007;47(4):389-96.

Brown L, Rosner B, Willett WW, Sacks FM. Cholesterol-lowering effects of dietary fiber: a meta-analysis. Am J Clin Nutr. 1999; 69(1):30-42.

Cavalcante MLF. Fibras Alimentares: Definição e Classificação. Rev Bras Nutr Clin. 1997;4:147-50.

Anúncios
Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: