Anúncios

Fibras alimentares podem ajudar a baixar o colesterol tipo LDL sérico?

Sim. Um dos possíveis mecanismos de ação do consumo das fibras alimentares no controle do colesterol tipo LDL (lipoproteína de baixa densidade, o chamado colesterol ruim) sérico é a ligação das fibras aos ácidos biliares, diminuindo o poder de reabsorção desse colesterol. Assim, as fibras são excretadas nas fezes, diminuindo a quantidade de ácidos biliares no ciclo intestino-fígado.

Outro possível mecanismo são os ácidos graxos de cadeia curta produzidos pela degradação das fibras na flora bacteriana no intestino, as quais incrementariam a degradação do LDL-colesterol sérico.

Pesquisas científicas verificaram que há uma redução nos níveis séricos de LDL-colesterol na ingestão de fibras solúveis como aveia, psilio, pectina e goma guar. Em alguns trabalhos foi observada a redução tanto do LDL-colesterol quanto o aumento do HDL-colesterol (lipoproteína de alta densidade, conhecida como bom colesterol) e, por conseqüência, uma queda na razão HDL/LDL. Isto pôde ser observado em metanálise publicada em 2007, após suplementação com goma guar parcialmente hidrolizada. A ingestão de 1g desta fibra reduziu cerca de 0,045mmol/L do colesterol total.

Outros pesquisadores realizaram estudo clínico fornecendo suplementos com 10g de uma solução contendo mistura de goma guar, goma arábica, goma feijão locust, pectina e aveia para indivíduos com média de 65 anos. Após 12 semanas os resultados mostraram redução do colesterol sérico total em 12%, triglicérides em 42% e o aumento do HDL-colesterol em 6%.

Em pacientes com hipercolesterolemia, a suplementação de goma guar reduziu em cerca de 12% o colesterol total e aproximadamente 15% no nível de LDL-colesterol sérico.

Portanto, a ingestão de fibras provenientes da alimentação ou de suplementos nutricionais, principalmente as solúveis, está relacionada com a diminuição do colesterol sérico total e sua fração LDL.

Colaboração: Felippe Bronze

Bibliografia (s)

Butt MS, Shahzadi N, Sharif MK, Nasir M. Guar gum: a miracle therapy for hypercholesterolemia, hyperglycemia and obesity. Critical Reviews in Food Science and Nutrition. 2007;47(4):389-96.

Brown L, Rosner B, Willett WW, Sacks FM. Cholesterol-lowering effects of dietary fiber: a meta-analysis. Am J Clin Nutr. 1999; 69(1):30-42.

Cavalcante MLF. Fibras Alimentares: Definição e Classificação. Rev Bras Nutr Clin. 1997;4:147-50.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: