Distúrbios de atitudes alimentares e distorção da imagem corporal em atletas de ginástica rítmica

O perfil corpóreo necessário para algumas modalidades esportivas vai muito além das ideologias implantadas pela sociedade. Muitos atletas estão submetidos a processos de treinamento e competição que geram a necessidade de manipular a alimentação e o peso corporal na tentativa de aperfeiçoar o desempenho, com isso, a exigência de ser e estar magro desencadeia um processo lento, e muitas vezes não clínico, de ansiedade e estresse acerca do próprio corpo.

Com o intuito de investigar a presença e a relação entre comportamentos sugestivos de transtornos de conduta alimentar e distorção da imagem corporal de atletas competitivos de ginástica rítmica (GR), pesquisadores avaliaram 48 atletas de ginástica rítmica, das categorias: infantil, juvenil e adulta, e, como grupo controle 48 estudantes do ensino fundamental e médio. Para a identificação da presença de transtornos de conduta alimentar utilizou-se o Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26) e, para determinar a insatisfação com a imagem corporal, o Body Shape Questionnaire (BSQ).

As evidências encontradas indicam que o comportamento sugestivo para a presença de transtorno de conduta alimentar e a distorção da imagem corporal no ambiente esportivo competitivo parece ter probabilidade similar à de qualquer outro contexto social no qual a exigência pela estética corporal seja o principal fator de referência. Cada adolescente, seja atleta ou não, estará sujeita ao desenvolvimento desses tipos de transtornos ou distorção, sendo que a percepção comportamental e cognitiva individual das adolescentes sobre as demandas e exigências do ambiente parece ser o fator crucial nesse processo.

Abstract

The aim of this study was to investigate the prevalence rate of disordered eating behaviors in young female athletes and to compare the anxiety levels of the athletes with or without disordered eating behaviors. Female athletes (n = 243) of 15 to 25 years old from the city, Edirne, in Turkey participated our study. Disordered eating behaviors and anxiety levels of participants were evaluated by the Eating Attitudes Test (EAT-40) and State-Trait Anxiety Inventory. Disordered eating behaviors was reported as 40 (16.7%) among all athletes. Both state and trait anxiety scores were higher in athletes with disordered eating behaviors than the athletes without disordered eating behaviors (p = 0.01). The athletes who engage in leanness and nonleanness sports were reported as having similar EAT-40 scores and anxiety scores. In conclusion, athletes with disordered eating behaviors have higher state and trait anxiety scores.

Fontes: Vardar E, Vardar SA, Kurt C. Anxiety of young female athletes with disordered eating behaviors. Eat Behav. 8:143-7, 2007. – Vieira JLL. et al. Distúrbios de atitudes alimentares e distorção da imagem corporal no contexto competitivo da ginástica rítmica. Rev Bras Med Esporte. 15(6):410-14, 2009.

http://v2.afilio.com.br/tracker_ct_auto.php?ref=cfcd208495d565ef66e7dff9f98764da&sid=6251&size=18&cat=1,2,3,4,5,6,7,28,25,8,27,9,10,12,13,14,15,16,11,17,18,19,20,26,21,22,23,24

Anúncios

Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: