Consumo de Lipídeos no café da manhã pode ser mais saudável do que você pensa, diz pesquisa.

Tradução e adaptação: Dr. Vinícius Graton Costa

Para falar com ele, clique aqui.

A velha máxima “Coma o pequeno café-da-manhã como um rei, almoce como um príncipe e jante como um mendigo” pode na verdade ser o melhor conselho a se seguir para evitar a síndrome metabólica, de acordo com recente estudo realizado pela Universidade do Alabama em Birmingham (UAB). A síndrome metabólica é caracterizada pelo aumento da circunferência abdominal, triglicérides elevados e maior resistência à insulina e doenças cardiovasculares, dentre outros fatores de risco.

A Influência do Ciclo Cicardiano sobre a Sua Alimentação!

O estudo publicado em 30 de março no Jornal Internacional de Obesidade, analisou a influência exercida pelo tipo de alimento e a calendarização específica do consumo sobre o desenvolvimento das características da síndrome metabólica em ratos. A pesquisa revelou que ratos alimentos com uma refeição com maior teor de gordura logo após o acordar, apresentaram um melhor perfil metabólico. Em contraste, ratos que comeram uma dieta rica em carboidratos na parte da manhã e que consumiram uma refeição rica em gorduras no final do dia, além de apresentarem um maior ganho de peso na pesquisa, apresentaram ainda aumento da adiposidade, intolerância à glicose dentre outros marcadores da síndrome metabólica. Os estudos até hoje visaram analisar somente o tipo de alimentos e a quantidade em que são consumidos. Nenhum estudo até o presente momento se comprometera em analisar a influência dos alimentos juntamente com o horário do dia em que eram consumidos. Ou seja, a influência dos alimentos que você come e quando come sobre a influência do peso corporal. Apesar de já sabermos que o sono e o ciclo cicardiano quando alterados influenciam no peso corporal.

Ativando o Metabolismo da Gordura

Os pesquisadores descobriram que a ingestão de gordura logo no início do dia – ao acordar – parece ativar o metabolismo da gordura de forma muito eficiente e também liga-se a capacidade do animal de responder a diferentes tipos de alimentos no final do dia. Quando os animais foram alimentados com carboidratos ao acordar, o metabolismo dos carboidratos foi ligado e parecia ficar no mesmo quando o animal se alimentava de diferentes tipos de alimentos no final do dia.

Programando o Seu Metabolismo

“A primeira refeição que você realiza parece programar o seu metabolismo para o resto do dia”, disse o autor sênior do estudo Martin Young, Ph.D., professor associado de medicina na divisão de UAB da Doença Cardiovascular. “Este estudo sugere que, se você comeu um pequeno-almoço rico em carboidratos que iria promover a utilização de carboidratos durante todo o resto do dia, enquanto que, se você tem um pequeno-almoço rico em gordura, você tem plasticidade metabólica para a transferência de energia entre a utilização de carboidratos e gordura. “

Ajustando a Composição Alimentar de Uma Refeição

Bray disse que as implicações desta pesquisa são importantes para humanos para as recomendações dietéticas. Os seres humanos raramente comem uma dieta uniforme durante todo o dia e parecem ter a capacidade de responder a alterações na qualidade da dieta. Ajustar a composição alimentar de uma refeição dada é um componente importante no equilíbrio energético. Eles disseram que suas descobertas sugerem que as recomendações para redução do peso e / ou manutenção deve incluir informações sobre o tempo de ingestão alimentar mais a qualidade e a quantidade de ingestão – “Os seres humanos comem uma dieta mista. O estudo parece mostrar que se vc realmente deseja ser capaz de responder com eficácia às refeições mistas em um dia, acrescentar a gordura no café da manhã parece ser uma coisa boa”, disse Bray. “Outro componente importante do nosso estudo é que, no final do dia, os ratos comiam uma refeição de baixa densidade calórica, achamos que essa combinação possa ser a chave para os benefícios à saúde que temos visto”.

Bray outros pesquisadores afirmaram que a pesquisa ainda precisa de observações similares feitas com diferentes tipos de gorduras alimentares e carboidratos. Ele afirma que é necessário testarmos em humanos para se avaliar se os resultados são semelhantes entre roedores. “Também estamos trabalhando em um estudo agora para determinar se esses regimes alimentares afectam negativamente a função do coração”, disse Young.

Fonte: Universidade do Alabama em Birmingham

Anúncios

Website: nutricaosadia.com

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista atuante na Nutrição Clínica & Nutrição Esportiva. Em Uberlândia/MG atende na Clínica Renova - Rua Bernardo Guimarães 417 - Bairro Fundinho. Contato (34) 3255-1237 ou 3231-8655. Para Assessoria Online envie WhatsApp (34)98407-3617

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: