Como se avalia o risco nutricional?

“Risco nutricional” é um termo que se refere ao risco aumentado de morbimortalidade em decorrência do estado nutricional. Dessa forma, tão importante quanto diagnosticar a desnutrição é avaliar o risco de deteriorização nutricional naqueles pacientes em situações que podem estar associadas a problemas nutricionais. Assim, o risco nutricional é avaliado pela combinação de estado nutricional atual e gravidade da doença, sendo o primeiro composto das variáveis: índice de massa corpórea (IMC), percentual de perda de peso recente (últimos três a seis meses) e ingestão dietética durante a última semana anterior à admissão.

O IMC, mesmo dentro da normalidade, não é capaz de detectar um dos mais importantes elementos da triagem nutricional: o percentual de perda de peso corporal. Portanto, não é capaz de predizer isoladamente o risco nutricional. Sabe-se que uma perda de peso maior que 2% em uma semana já pode ser considerada grave, mesmo quando o IMC está normal.

Referência (s)

Barbosa Silva MCG & Barros AJDa. Avaliação nutricional subjetiva: parte 1- Revisão de sua validade após duas décadas de uso. Arq Gastroenterol 2002;39(3)181-187.

Cook Z et al. BAPEN symposium 3 on “from beginners to zimmers”. Use of the BMI in the assessment of undernutrition in older subjects: reflecting on practice. Proc Nutr Soc 2005;64:313-37.

Kyle UG et al. Comparison of tools for nutritional assessment and screening at hospital admission: A population study. Clin Nutr 2006;25(3):409-417.

Salas-Salvadó J, Rubio MA, Barbany M, et al. Consenso SEEDO (Sociedad Española para el Estudio de la Obesidad) 2007 para la evaluación del sobrepeso y la obesidad y el establecimiento de criterios de intervención terapéutica. Med Clin (Barc) 2007;128(5):184-96.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: