ACOMPANHAMENTO NUTRICIONAL EM OVÁRIO POLICÍSTICO

Woman showing how much weight she lost.

De um modo geral, diversas diretrizes indicam que a dieta e exercícios físicos representam o tratamento de primeira linha, devido à melhora da resistência à insulina e retorno dos ciclos ovulatórios, mesmo na ausência de perda de peso. A resistência à insulina, com hiperinsulinemia compensatória, tem sido identificada como um componente chave na fisiopatologia da SOP, tanto em mulheres com peso normal ou obesas, sendo este fator relacionado com o aumento de risco para diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

O tratamento dietético da SOP se concentra na melhora da sensibilidade à insulina, por meio de dieta com baixo teor de gordura saturada, rica em fibras e alimentos com baixo índice glicêmico. As fibras dietéticas, especialmente as solúveis, são componentes importantes para a modulação hormonal, pois estudos observaram que dietas com baixo teor de fibras levam ao aumento das concentrações de estrogênios e androgênios circulantes. Assim, a inclusão desses alimentos na dieta das mulheres com SOP pode apresentar efeitos benéficos. A suplementação de ácidos graxos ômega-3 (1,9 g/dia) segundo estudos clínicos constatou eficácia no tratamento em mulheres com SOP para modulação hormonal e do perfil lipídico.

Dr. Vinícius Graton é Nutricionista e Especialista em Nutrição Clínica – Em Uberlândia atende na Clínica Renova (34) 3255-1237 ou 3231-8655 e no Hospital CIAS UNIMED UBERLÂNDIA (34) 3293-3300. *Atendimento se Unimed apenas mediante encaminhamento médico. 

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: