A LINHAÇA E SEUS CUIDADOS

Efeitos secundários do consumo de sementes, farinha e óleo de linhaça
São bem conhecidas as propriedades da linhaça e os benefícios que o consumo de sementes, farinha e óleo de linhaça dão à saúde. Aliás, a linhaça tem algumas contraindicações que é importante saber. Os efeitos secundários da linhaça podem ser prejudiciais para algumas pessoas. Saiba quais são.

Como é bem conhecido, entre as propriedades da linhaça, se destaca seu alto conteúdo de fibras. Embora as fibras, em geral, são muito benéficas para o organismo, nem todas as pessoas são favorecidas pelo seu consumo, do mesmo jeito.

A ingestão de sementes de linhaça está contraindicada em pacientes que têm em risco de sofrer uma obstrução intestinal. Esse é o caso dos doentes de esclerose sistêmica, que deveriam se abster de consumir linhaça, já que pode lhes causar prisão de ventre ou inclusive, obstrução intestinal. Por outro lado, o consumo de grandes quantidades de óleo, farinha e sementes de linhaça durante a gravidez poderia afetar o desenvolvimento do sistema reprodutivo do feto. Embora não haja dados concludentes a respeito, convém ser cautos e levar em conta estas contraindicações.

Além disso, embora seja pouco frequente, em alguns casos a linhaça provoca reações alérgicas, razão pela qual sua introdução na dieta deve ser gradual e controlada, para evitar efeitos secundários prejudiciais. Se você está ingerindo algum medicamento, deve saber que o consumo de linhaça pode interferir na sua absorção, razão pela qual é conveniente que sua ingestão esteja afastada do horário de administração do medicamento. Outro dos efeitos secundários da linhaça é produzir gases durante os primeiros dias do seu consumo, que desaparecem à medida que se habitua o organismo. Por último, leve em conta que as sementes de linhaça são um alimento muito rico em calorias. Se você comer demais engordará.

Beneficios_da_Linhaça_mini.jpg

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: